3.5.06

As minhas férias da Páscoa

Começaram as férias! Eu, a minha irmã e os meus pais decidimos viajar.

No dia cinco de Abril, viajámos até aos Pirenéus (Espanha). A viagem foi longa e demorou cerca de doze horas, ou seja, mais ou menos mil quilómetros.

Quando chegámos a Benasque, tivemos uma grande surpresa: quase todos os montes estavam cobertos de neve. E, ainda melhor, as pistas de Ski estavam abertas.

De seguida, fomos instalar-nos numa casa com muito boa apresentação.

No dia seguinte, fomos fazer uma marcha… que se tornou numa aventura no meio de tantos perigos. Foi difícil atravessar alguns obstáculos ou porque era muito a subir ou porque era muito a descer ou porque a neve estava muito mole e nós enterrávamo-nos até ao pescoço. Enfim, foi uma grande aventura!

Quando chegámos a casa, quase mortos de cansaço, eu, a sortuda de sempre, enchi uma banheira de água e… aaaaaaaaaaaaai que bom. Dava para adormecer lá dentro.

No dia seguinte, foi muito diferente. Eu e o meu pai fomos para as pistas de Ski e a minha mãe e a minha irmã foram passear. Quando chegámos, começámos por fazer as pistas verdes (o que era demasiado fácil para mim), depois nas azuis e finalmente nas vermelhas. Ficámos lá até as fecharem. Já em casa, dormimos para, depois, irmos às compras, coisa que me agradou muito.

No dia seguinte, fomos fazer outra marcha também com muitas aventuras (a que eu mais gostei, claro). Nesta marcha, vi uma coisa que nunca tinha visto de tão perto: uma cascata de água gelada. Na marcha, observei que existiam umas flores muito engraçadas que comem moscas. Naquele dia, vi coisas que nunca tinha apreciado daquela maneira.

Gostava muito que vocês, meus colegas, vissem aquelas paisagens do paraíso.

Nos outros dias, vivi muitas mais aventuras. Mas chegou o dia de partir! Por um lado, estava triste mas, por outro, estava felicíssima por voltar a casa.

Estas férias foram fantásticas!

Carolina Sá, 5º A

© 2005 Externato Maria Auxiliadora | Av. S. João Bosco, 365 | 4900 - 896 Areosa – Viana do Castelo